12
de Maio - Dia do Enfermeiro

No ano que a Organização Mundial da Saúde (OMS) definiu como o Ano Internacional da Enfermagem e Obstetrícia, com o objetivo de reconhecer o trabalho feito por enfermeiras, enfermeiros e parteiras no mundo, defender mais e melhores investimentos para esses profissionais, reconhecendo a vital importância do trabalho de nós, profissionais da Enfermagem, na assistência à saúde da população, jamais poderíamos imaginar que viveríamos uma situação inusitada de uma pandemia.

Pelos caminhos sinuosos que se apresentam na vida, esse ano está realmente servindo para exaltar os profissionais da Enfermagem e sua importância para os sistemas de saúde do mundo, não só pela OMS mas, principalmente, pelo reconhecimento do trabalho intenso, pela dedicação incansável e pela demonstração de que a Enfermagem é uma profissão essencial à saúde da população.

É um momento de comemorações para a Enfermagem, mas não podemos deixar de lembrar que, por vezes, é uma categoria relegada a papéis de coadjuvante onde todos deveriam ser protagonistas dentro daquilo que é fundamental em suas profissões, pois a arte do cuidar e a vocação só podem atingir resultados efetivos se estiverem aliadas ao conhecimento e à ciência, e isso só se faz com investimento e capacitação.

O reconhecimento profissional que estamos vivenciando neste momento deve ser permanente, assim como também deve estar acompanhado permanentemente da valorização profissional, com melhores condições de trabalho e remuneração.

Toda essa situação irá passar e o que deverá permanecer é o sentimento de que somos sim essenciais desde Florence Nightingale, Anna Nery e tantos outros e, não somente agora mas principalmente, permanecerá esse sentimento pelo tempo em que o ser humano necessitar de cuidado de outro ser humano com empatia e humanização.

Parabéns a todos os profissionais de Enfermagem, em especial a todas as Enfermeiras e Enfermeiros.

 

Prof. Ms. Renato Ohara
Coordenador do Curso de Graduação em Enfermagem na Faculdade Santa Marcelina